POLÍTICA

João Nabais é candidato PS à Assembleia Municipal de Castro Marim

O advogado João Nabais é o cabeça de lista do PS à Assembleia Municipal (AM) de Castro Marim nas eleições autárquicas de setembro, concelho algarvio onde possui uma segunda habitação, assumindo como objetivo “mudar o rumo” da gestão PSD.

Em declarações à Lusa, após o PS ter entregue ao tribunal as listas concorrentes aos órgãos autárquicos daquele concelho, João Nabais contou que aceitou concorrer ao cargo e trabalhar para que “a engenheira Rosa Nunes chegue à presidência” por considerar Castro Marim como uma “segunda habitação”.

“Eu considero esta zona e, em concreto, este concelho, uma segunda habitação, curiosamente há muito mais anos que a minha primeira habitação, porque eu venho para aqui há 40 anos”, afirmou, frisando que esse tempo foi dividido entre a casa dos pais e uma habitação própria, em Praia Verde.

Com 66 anos e seis filhos, o advogado contou que os seus descendentes consideram esta como sendo “a sua praia”, assumindo-se “muito ligado” a Castro Marim, “o único sítio onde consideraria fazer uma coisa destas”, assegurou.

Sobre a gestão autárquica do PSD, conduzida nos últimos oito anos pelo atual presidente, Francisco Amaral, o advogado considerou que “não é por determinado partido gerir há muitos anos que tem de ganhar sempre”.

“A nossa ideia é mudar o rumo dos acontecimentos, isto é, nós acreditamos que temos possibilidade para criar condições para que seja, desta vez, o PS a ganhar as eleições e seja a engenheira Rosa Nunes a assumir a presidência da Câmara. E acreditamos sinceramente nisso”, declarou.

João Nabais sublinhou, no entanto, que é “um homem de consensos” e garantiu que o seu “papel, independentemente de quem ganhar as eleições para o executivo camarário, será sempre de entendimentos e de consensos”.

Carla Pires (Altura), Horácio Teixeira (Azinhal), Vera Martins (Castro Marim) e José Teixeira (Odeleite) também integram as listas como candidatos nas quatro freguesias de um concelho que perdeu população nos últimos 10 anos (menos 4,6%), contando com cerca de 6.500 residentes, segundo os dados provisórios dos Censos 2021.

Além de Rosa Nunes e de Francisco Amaral, concorrem também à Câmara de Castro Marim a agente imobiliária Paula Sofia Santos, pela CDU, e Jorge Pinto, pelo Chega.

Depois de uma maioria absoluta em 2013 e de uma vitória em 2017, mas perdendo a maioria, Francisco Amaral acusou a oposição de “bloquear” a gestão municipal e a sua lista apresentou a demissão em bloco em 2019, levando à realização de eleições intercalares.

Nas intercalares disputadas em junho de 2019, o PSD recuperou a maioria absoluta que perdera em 2017 e ficou com três dos cinco eleitos, contra dois do PS.

Antes de liderar o executivo municipal, Francisco Amaral presidiu à Câmara do concelho vizinho de Alcoutim entre 1993 e 2013.

As eleições autárquicas realizam-se em 26 de setembro.

PUB
Tamanho da Fonte
Contraste