José Carlos Barros quer depuradora em Monte Gordo

.
.

José Carlos Barros, deputado do Algarve eleito pelo PSD, defendeu na Assembleia da República a importância da instalação de uma depuradora que possa estar ao serviço dos mariscadores da Baía de Monte Gordo.

Durante a audição à ministra do Mar, no âmbito da discussão na especialidade do Orçamento de Estado, José Carlos Barros realçou a importância da atividade do marisqueio “para um conjunto alargado de famílias” e “os problemas que resultam dos longos períodos de interdição que se têm vindo a verificar”.

De acordo com o deputado do PSD, durante boa parte do ano passado os mariscadores do sotavento algarvio, nomeadamente na Ria Formosa e na Baía de Monte Gordo, viram-se impedidos de exercer a atividade de apanha de conquilha e, portanto, “privados da obtenção de quaisquer rendimentos”.

“A instalação de uma depuradora ultrapassaria os constrangimentos que atualmente se verificam, permitindo aos mariscadores da Baía de Monte Gordo, nomeadamente, exercer a atividade durante a maior parte do ano e valorizar o preço da conquilha”, defendeu o deputado.

Segundo José Carlos Barros, esta instalação “constitui-se cada vez mais como um desígnio estratégico que não poderá deixar de convocar consensos políticos”.

.

.

.

.

pub

 

 

 

Tamanho da Fonte
Contraste