Jovem Columbiano percorreu 70 km a pé para reclamar libertação do pai

Um rapaz de 12 anos percorreu 70 quilómetros a pé para reclamar a libertação do pai, o sargento Libio Martinez, que é o mais antigo refém das FARC), sequestrado antes do nascimento do filho.

Johan Martinez partiu na sexta feira da cidade de Pasto, capital do departamento de Narino, na fronteira com o Equador, acompanhado por cerca de 60 familiares e amigos.

À chegada a Ancuya, os participantes nesta marcha assistiram a uma celebração religiosa no Santuário da Virgem da Visitação, onde rezaram pela libertação do sargento Martinez, raptado pelas Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC) num ataque a uma esquadra em dezembro de 1997, três meses antes do nascimento de Johan.

Libio Martinez, 33 anos, tornou-se o mais antigo refém das FARC desde a libertação em março passado do sargento Pablo Moncayo, raptado ao mesmo tempo.

As FARC têm em seu poder cerca de duas dezenas de membros das forças de segurança, raptados em diversas operações realizadas ao longo dos últimos anos, que pretendem trocar por 500 rebeldes detidos na Colômbia, mas o governo colombiano recusa satisfazer tal pretensão.

NV

Lusa/JA

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Advertisements
Tamanho da Fonte
Contraste