Jovens acordeonistas mostram os seus dotes em São Brás de Alportel

 

 

Mais de meia centena de jovens acordeonistas subiu ao palco do Salão de Festas da Santa Casa da Misericórdia de São Brás de Alportel na 34.ª edição do Festival de Acordeonistas de São Brás de Alportel, uma iniciativa da Associação Cultural Sambrasense, para mostrar o resultado de milhares de horas de estudo, treino e dedicação à música e ao acordeão.

Os jovens talentos representaram várias escolas onde aprendem a tocar o instrumento que é “rei” da região algarvia.

Nesta edição participaram 13 escolas algarvias com ensino de acordeão: Conservatório de Música de Olhão (sob coordenação professora são-brasense Anabela Silva), APEXA (representada pelo professor Nelson Conceição), escolas de música de Nelson Conceição de Loulé, Bordeira e Albufeira, Rancho Folclórico de Loulé, Rancho Infantil de Loulé, Casa do Povo da Conceição de Faro (representada pelo professor Jorge Alves), Escola de Música Águia Som de Olhão (professor Jorge Alves), Escola de Música da Sociedade Filarmónica Artistas de Minerva de Loulé (professor Jorge Alves), Associação Cultural Sambrasense (representada pelos professores Júlio Pereira e Hermenegildo Guerreiro), Associação Cultural do Grupo Folclórico de Faro (professor Hermenegildo Guerreiro), Casa do Povo de São Bartolomeu de Messines (professor Hermenegildo Guerreiro) e Escola de Acordeão de Castro Martim (professor João Pereira).

O Festival de Acordeonistas de São Brás de Alportel pretende dar a conhecer, anualmente, a aprendizagem dos alunos das diferentes escolas, promover o convívio e a partilhar entre os talentosos jovens músicos, bem como promover o acordeão enquanto instrumento presente nas tradições musicais algarvias.

A iniciativa é apoiada pela Câmara Municipal de São Brás de Alportel e pela Junta de Freguesia de São Brás de Alportel.

pub

 

 

 

pub

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste