Justiça analisa possibilidade de divulgar fotos da morte de Bin Laden

.

O Tribunal de Washington, nos Estados Unidos, está a analisar uma solicitação do Pentágono para divulgar 52 fotografias feitas durante a captura e morte de Osama Bin Laden, líder e fundador da rede Al Qaeda, morto em maio de 2011. Bin Laden foi morto numa operação secreta, promovida por militares norte-americanos, no Paquistão. O seu corpo, segundo as autoridades norte-americanas, foi lançado ao mar.

Na audiência, o grupo Judicial Watch, de tendência conservadora, argumentou que o governo dos Estados Unidos deve divulgar as fotos, mesmo as mais chocantes, ou explicar se há risco para a segurança nacional.

Uma lei federal norte-americana permite solicitar, por meio judicial, a divulgação de documentos governamentais. As 52 fotos foram feitas durante a captura e morte de Osama Bin Laden, durante uma operação secreta no complexo residencial de Abbottabad, no Paquistão, em maio de 2011. Bin Laden morreu após ter sido atingido por tiros na cabeça e no peito durante a operação.

O destino de Bin Laden era motivo de investigações das autoridades norte-americanas desde os ataques terroristas de 2011. As investigações concentraram-se no Afeganistão e no Paquistão. O governo dos Estados Unidos informou que o corpo de Bin Laden foi tratado de acordo com as práticas muçulmanas.

Advertisements

pub

 

Advertisements
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste