ALGARVE

Lagos comemora 25 de Abril com programa especial e diversificado

.

O município de Lagos preparou um vasto programa de iniciativas no âmbito das comemorações do 44º aniversário do 25 de Abril. “Estas efemérides serão assinaladas ao longo de todo o mês de abril num programa especial e diversificado que envolve atividades que vão da cultura, ao desporto, incluindo as cerimónias mais protocolares”, adianta a autarquia.

O dia 25 de Abril será, naturalmente, o momento alto de toda a programação, com destaque para a sessão solene conjunta da câmara, assembleia municipal e assembleia da juventude. Esta sessão decorrerá ao ar livre, na Praça Gil Eanes. Também para este dia está previsto, para além do já habitual almoço comemorativo do dia liberdade, a realização de uma tertúlia sobre os episódios que marcaram o 25 de Abril em Lagos.

A área da cultura estará em grande destaque, logo a abrir a programação. Até 23 de abril, a biblioteca municipal Júlio Dantas reforça a sua oferta literária e cultural com o tema “Meu caminho é por mim fora – Livros, Leitura e Liberdade”. Esta proposta dá continuidade ao projeto “Leiturália”, criado em abril de 2015, e pretende celebrar os livros, a leitura e a liberdade, divulgando os livros e os autores da novíssima geração literária angolana em diferentes locais de Lagos.

No dia 23 de abril, Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor, inaugurar-se-á a exposição de fotografia “Liberdade 20”, de inéditos de José Cabral Silva e textos de Luísa Maciel, a apresentar em simultâneo nos seis espaços “Leiturália” e na biblioteca municipal. Ainda no dia 23 de abril, dedicado a crianças não-leitoras, dos três aos seis anos, serão apresentadas em três sessões o espetáculo de marionetas “João Paleta”, pela Companhia Historioscópio – Teatro de Marionetas.

Tributo à obra de Zeca Afonso

Já no dia 24 de abril, o palco auditório do Centro Cultural recebe o concerto “Terra do Zeca”. Este trabalho é um tributo à obra de Zeca Afonso, quer como compositor, quer como poeta, e conta com temas originais, entre outras composições mais conhecidas, como “Verdes são os campos”, “Venham mais cinco” e “Índios da Meia Praia”, que surgem revestidas de novos arranjos.

O mês de abril encerra com a dança em grande destaque. O Centro Cultural de Lagos acolhe o espetáculo “Num Vale do Aqui”, nos dias 27, 28 e 30, com apresentações para as escolas e para o público em geral. No dia 28, destaque igualmente para a apresentação do livro “Aristides de Sousa Mendes: Memórias de um Neto”, na biblioteca municipal, e que contará com a presença do autor António Moncada de Sousa Mendes, bem como a inauguração da exposição “Zé Ventura: Uma retrospetiva?”. Esta exposição, prevista para as três salas de exposição do Centro Cultural de Lagos, está organizada em três núcleos e as obras de arte relacionam-se de acordo com a sua tipologia, e numa forma que as coloca em diálogo.

JA

Advertisements
Tamanho da Fonte
Contraste
%d bloggers like this: