Lagos e Aljezur cumprem tradição do “Banho 29” com muita festa à mistura

.
.

Os municípios de Lagos e Aljezur preparam-se para cumprir a tradição do Banho 29, com programas recheados de muita animação e espetáculos musicais.

Em Lagos, os cabeças de cartaz são Ana Malhoa (dia 29), Íris (27) e Chapa Dux (28), que vão atuar no Cais da Solaria, com entrada livre.

Já em Aljezur, o destaque vai para o concerto de José Cid, dia 29, no Espaço Multiusos de Aljezur (EMA), às 22h00.

“À meia-noite os mais afoitos entram na água. Os outros talvez molhem o pé. Mas todos festejam como podem o Banho 29”, realça a autarquia lacobrigense, que teima em manter viva esta tradição, organizada anualmente, em Lagos, com um programa festivo marcado pela animação musical, animação de praia e o obrigatório banho noturno.

“Trata-se de uma festa que se transformou, há muito, numa manifestação de caráter popular, sendo um dos principais eventos culturais do município de Lagos”, frisa a câmara municipal, que preparou para estes dias um programa recheado de animação musical, animação de praia, petiscos, artesanato e doçaria regional.

“As suas origens são confusas. Há quem diga que, nesse dia, anda o diabo à solta e, por isso, só à noite se pode tomar banho”, adianta a autarquia, explicando, por outro lado, que “há quem ligue o banho noturno a velhos ritos de fim de verão, cumpridos com diferentes preceitos noutras paragens da Europa do Sul”.

A verdade é que este costume resistiu ao turismo e continua a mobilizar muitas pessoas der todas as idades. “Já não vêm aos bandos, mas continuam a cumprir a tradição de forma discreta. Ao seu lado aparecem hoje novos grupos de banhistas, mais foliões e menos rituais, que aproveitam essa noite para fazerem fogueiras, tocarem violas, assarem chouriço e contarem histórias”, refere a autarquia.

Em Aljezur, o dia 29 de agosto é também o dia do feriado municipal. Por isso, as festividades iniciam-se logo no dia 28, a partir das 16h00, com mais uma tradicional festa multicultural, com o dress code branco, em que mais uma vez a zona histórica de Aljezur será “invadida” por vários acontecimentos de diferentes orientações culturais.

Ao longo de um circuito que começa no largo da Liberdade, junto à ribeira de Aljezur, e que irá subir até ao castelo, os visitantes serão surpreendidos com vários pontos de interesse: artesanato, tasquinhas, fado, música popular, erudita, jazz, cantares alentejanos, Dj, entre outros. A entrada é livre.

O ponto alto da programação é a tradicional festa do “Banho de 29”, às 11h00, na praia de Monte Clérigo, acompanhada da devida animação musical no areal com a presença da banda “Acordeão Algarvio”.

Mais tarde, a partir das 18h00, tem ainda lugar uma mega sardinhada, no EMA, com baile e a entrega dos prémios de mérito escolar, antes do concerto de José Cid.

NC/JA

 

.

 

.

 

.

 

.

Adiconar comentário

Carregue aqui para comentar

Comentar

>
Tamanho da Fonte
Contraste