ALGARVE ÚLTIMAS

Lagos é cidade há 444 anos

.

O município de Lagos vai este ano comemorar o 444º aniversário de elevação a cidade. Para assinalar esta efeméride, a autarquia organizou para os dias 27 e 28 de janeiro algumas iniciativas que passam por uma palestra, uma visita comentada, inauguração de exposições e que terminam com um concerto na igreja de Santo António.

“A elevação de Lagos a cidade (27 de janeiro) representa um dos momentos mais significativos da história local, constituindo o reconhecimento claro da importância e do trajeto percorrido desde a atribuição do foral, por D. Manuel I, em 1504, até à sua elevação em 1573, por D. Sebastião. Este facto levou à instalação na cidade dos governadores do reino do Algarve, tornando-a numa das mais importantes localidades que se destacaram na história de Portugal”, destaca a autarquia, lembrando ainda que “daqui partiram igualmente as primeiras caravelas, abrindo caminho às grandes navegações dos descobrimentos, e com as mesmas a abertura da Europa e da cristandade a todo o mundo então desconhecido”.

Programa das comemorações

Para assinalar esta efeméride, a autarquia organizou algumas iniciativas, logo a começar no dia 27, às 15h30, com uma palestra sobre “Alcácer Quibir e a arquitetura do campo de batalha”, pelo professor Luís Costa e Silva, no salão nobre dos antigos paços do concelho (Praça Gil Eanes). Às 16h30, na mesma praça, realiza-se uma visita comentada sobre a estátua de D. Sebastião, da autoria de João Cutileiro, pelo mestre Roberto Miquelino.

No dia 28 de janeiro, às 17h00, serão inauguradas duas exposições no Centro Cultural de Lagos: “D de Desenho”, de Jorge Leal (integrada na iniciativa 365 Algarve) e “Memórias de Cidades do Mundo, na cidade de Lagos”, de Carlos Pé-Leve. Ambas estão patentes até 1 de abril. Já às 18h00 tem lugar o concerto “Ciclo Barroco em Talha Dourada – Ensemble Clepsidra”, na igreja de Santo António, numa organização da Academia de Música de Lagos.

NC|JA

PUB
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste