Lagos homenageia a memória do Infante D. Henrique

.

O Município de Lagos volta a prestar homenagem à memória do Infante Dom Henrique, na data em que se perfazem 558 anos sobre a morte do mais carismático navegador português.

Este ano o programa das comemorações decorre de 9 a 13 de novembro e inclui diversas iniciativas. A primeira, no dia 9, é o seminário “Alcácer-Quibir-margens e contramargens”, com a participação de vários conferencistas que irão falar na travessia marítima e marcha dos soldados, destacar algumas das conjunturas mais relevantes da jornada de África, como a resistência dos “sufis” e a guerra dos xarifes sádidas, e refletir sobre a escrita de veteranos e cativos – o testemunho dos vencidos.

O seminário, de entrada gratuita, irá decorrer durante todo o dia, no Auditório do Edifício dos Paços do Concelho, e conta com o apoio de reputadas instituições portuguesas, nomeadamente a Fundação para a Ciência e Tecnologia, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade de Lisboa e o Centro de Humanidades.

No final deste dia está prevista, já nos Antigos Paços do Concelho, a inauguração da exposição “Da Cruz ao Crescente – O Resgate dos Cativos”. Nesta mostra pretende-se abordar o cativeiro como uma realidade comum às sociedades cristãs e muçulmanas, fruto de conflitos bélicos e de ataques de piratas e corsários, bem como a ação dos religiosos da Ordem da Santíssima Trindade na organização dos resgates e na troca dos cativos.

Organizada pelo Departamento de Património Cultural da Direção Municipal de Cultura do Pelouro da Cultura da Câmara Municipal de Lisboa e pela DECCAS-UTCCT-Serviço de Património Histórico e Museológico da Câmara Municipal de Lagos, esta mostra reproduz os aspetos fundamentais da exposição realizada em colaboração com a Direção-Geral do Livro Arquivos e Bibliotecas, no início do ano, no Arquivo Nacional da Torre do Tombo.

Para os dias 10 e 11 estão previstas duas visitas comentadas pelo centro histórico. No dia 13, ocasião em que se assinala o falecimento do Infante, decorre, pelas 17h30, a deposição de coroa de flores no Monumento ao Infante D. Henrique, seguida de uma missa em honra do Infante, na Igreja de Santa Maria.

Advertisements
Advertisements
Tamanho da Fonte
Contraste