Lagos já tem Gabinete de Apoio à Vítima

A Câmara de Lagos promoveu, na passada sexta-feira, uma sessão de apresentação do Gabinete de Apoio à Vítima (GAVA), momento que marcou o arranque oficial do funcionamento desta nova resposta social de apoio às vítimas de violência contra as mulheres e violência doméstica, até agora inexistente no concelho.

Destinada aos serviços da autarquia, a sessão foi dinamizada pela TAIPA – Organização Cooperativa para o Desenvolvimento Integrado, entidade sedeada em Odemira, que criou primeiramente esta resposta naquele concelho, alargou a experiência em 2016 ao concelho de Aljezur e, agora, por via deste protocolo, estende a sua área de influência aos territórios dos municípios de Lagos, Vila do Bispo e Monchique.

“Tendo um âmbito geográfico supramunicipal e assentando numa lógica de ação em rede, a nova estrutura de atendimento irá funcionar de modo descentralizado, estando previstos três dias por semana em Lagos, em local que está a ser preparado pelo município”, adianta a câmara.

Para além desse atendimento especializado, a TAIPA vai ainda promover, em articulação com as forças de segurança, uma resposta de emergência disponível sete dias por semana e 24 horas por dia…

Leia a notícia completa na edição em papel.

ncouto

ncouto

Jornalista. Carteira Profissional - 3143-A
Portugal

Adiconar comentário

Carregue aqui para comentar

Comentar

Tamanho da Fonte
Contraste