Lagos planeia futura “zona estratégica” da cidade

São quase nove hectares, o equivalente a nove campos de futebol, compreendidos entre o quartel dos Bombeiros Voluntários de Lagos e o edifício do antigo hotel Golfinho, que somam várias categorias de uso do solo, como urbano, equipamentos e zona verde de recreio e lazer.

O município de Lagos decidiu na semana passada proceder à abertura de procedimento para a elaboração de um plano de pormenor para a zona do Rossio da Trindade, definida no Plano de Urbanização de Lagos como “área estratégica de intervenção”, ou seja, “uma zona que, pela sua localização e potencialidades, é considerada fundamental para a valorização e qualificação da cidade”.

“Toda esta zona deve ser reequacionada no sentido de reordenar e renovar uma área central, com o objetivo fundamental de introduzir novas funções que reforcem e qualifiquem a centralidade e a animação cultural da cidade”, refere a autarquia…

(NOTÍCIA COMPLETA NA ÚLTIMA EDIÇÃO DO JORNAL DO ALGARVE – NAS BANCAS A PARTIR DE 6 DE DEZEMBRO)

JA

Advertisements
Tamanho da Fonte
Contraste