Lagos reduz custos doando viaturas municipais a Cabo Verde

Atendendo à crise e à necessidade de ter de fazer um grande esforço de racionalização e de redução dos custos de gestão e manutenção dos equipamentos, o município de Lagos decidiu desativar e dar baixa de alguns veículos até agora utilizados na prestação de serviços à população.

“Embora os veículos tenham deixado de ter utilidade para a autarquia de Lagos, alguns podem ainda satisfazer as necessidades dos municípios cabo-verdianos”, informa a autarquia, adiantando que as viaturas municipais que vão ser doadas pertencem às áreas da recolha de resíduos sólidos e do transporte escolar.

Como é sabido, em Cabo Verde este é um problema crónico e que tem sido objeto de pedido de apoio “desde há muito tempo”, refere a câmara de Lagos.

É de salientar que o município algarvio mantém acordos de amizade e cooperação com Ribeira Grande de Santiago, historicamente conhecida como “cidade velha”, que foi a primeira cidade edificada pelos portugueses de quinhentos nas ilhas de Cabo Verde. Esta amizade estende-se a São Miguel, município desanexado do tristemente célebre município do Tarrafal.

Assim, o município de Ribeira Grande de Santiago vai receber duas viaturas de “categoria pesado”, uma do tipo “especial para limpeza urbana” e outra do tipo “passageiros”, com lotação para 28 passageiros.
Por seu lado, o município de São Miguel receberá uma viatura pesada especial para recolha de lixo.

JA

Adiconar comentário

Carregue aqui para comentar

Comentar

>
Tamanho da Fonte
Contraste