ALGARVE

Lagos regressa às aulas com reforço na segurança, higiene, alimentação e tecnologia

A Câmara Municipal de Lagos anunciou as medidas tomadas para o ano letivo de 2020/2021, com investimento na higiene e também nos serviços de segurança, alimentação e tecnologia prestados aos alunos.

Como medida de promoção da segurança da comunidade escolar, foi reforçado o pessoal não docente, através da contratação de 30 assistentes operacionais nos dois agrupamentos do concelho, Júlio Dantas e Gil Eanes.

As áreas comuns das escolas foram e serão regularmente alvo de intervenções de limpeza e desinfeção e os transportes escolares também terão a sua oferta adaptada. Em colaboração com a Proteção Civil de Lagos, para melhor esclarecimento de dúvidas relacionadas com normas e procedimentos no âmbito da pandemia, estão a ser promovidas várias ações junto das direções dos agrupamentos.

De forma a melhorar a qualidade e condições de ensino, foram ainda implementadas outras medidas com implicações diretas no funcionamento das atividades letivas no âmbito das competências municipais.

Na área alimentar, será incluída nas ementas escolares refeições vegetarianas para todos os alunos da educação pré-escolar e 1º ciclo de ensino básico. As escolas básicas de 1º ciclo de Odiáxere, Santa Maria, Ameijeira e Sophia de Mello Breyner Andresen verão parte do seu mobiliário renovado através de um investimento de 17 mil euros (acrescido de IVA).

No campo da tecnologia, o equipamento informático recentemente adquirido para apoio ao ensino à distância (400 computadores portáteis e 100 tablets) continuará sob a alçada dos agrupamentos, para promover a igualdade de oportunidades no ensino, mantendo-se o empréstimo e com obrigação de restituição no final do ano letivo.

Todas as salas de aula do 2º e 3º ciclos das Escolas das Naus e Tecnopolis e todas as bibliotecas das escolas de ensino básico de ambos os agrupamentos serão apetrechadas com painéis interativos, num total de 66 equipamentos, que resultaram de um investimento de 112 mil euros (acrescido de IVA). Esta medida vem na sequência do processo iniciado no ano anterior onde se apetrecharam as salas de aula do 1º ciclo de ensino básico com esses materiais.

O município de Lagos e dos Agrupamentos de Escolas do concelho têm como como preocupação “um regresso seguro para alunos, docentes e não docentes. Nesse sentido, foram promovidas várias ações com o objetivo de assegurar o cumprimento de todas as diretrizes governamentais e das autoridades de saúde no que respeita ao combate da disseminação da COVID-19”.

Tamanho da Fonte
Contraste
%d bloggers like this: