ALGARVE

Lesões torácicas por esfaqueamento causaram morte de mulher em Olhão, diz PJ

[mobileonly] [/mobileonly]

A Polícia Judiciária (PJ) especificou hoje que a mulher de 53 anos de idade assassinada em Olhão, distrito de Faro, alegadamente pelo companheiro, terá sofrido “graves lesões torácicas provocadas por agressão com recurso a arma branca”.

Em comunicado, a PJ indicou que o companheiro da vítima, de 82 anos, foi detido por “fortes indícios da prática do crime de homicídio qualificado”, possuindo um “histórico de violência doméstica”.

O suspeito irá ser presente a interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação.

O crime, recorda a PJ, ocorreu na quarta-feira no interior da habitação onde o casal morava com os dois filhos menores, de 15 e 05 anos de idade (fonte policial tinha referido anteriormente que o filho mais novo tinha 04 anos).

Nenhum dos filhos estava presente aquando da ocorrência, mas foi o filho mais velho quem encontrou o corpo da mulher.

Após o crime, o suspeito terá abandonado o local, apresentando-se perante as autoridades policiais passadas cerca de oito horas.

No conjunto de diligências realizadas pela PJ, “foram recolhidos relevantes indiciários elementos” que permitiram concretizar a “detenção do presumível autor”.

À Lusa, fonte da Polícia de Segurança Pública (PSP) revelou na quarta-feira que o homem de 82 anos se dirigiu “voluntariamente à esquadra da PSP de Olhão por volta das 23:30”, depois de ter andado desaparecido durante várias horas.

Nesse período, acrescentou, a polícia tinha estado a procurar o suspeito.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste
%d bloggers like this: