CULTURA ÚLTIMAS

Lídia Jorge lança novo livro ‘Estuário’

.

Quatro anos depois do lançamento da última obra (‘Os Memoráveis’) e 38 após a publicação do primeiro romance (‘O Dia dos Prodígios’), o novo livro de Lídia Jorge, ‘Estuário’, foi apresentado na passada terça-feira, em Lisboa.

Segundo a sinopse, a nova obra da escritora algarvia, nascida há 71 anos em Boliqueime (Loulé), é “um livro sobre a vulnerabilidade de um homem (Edmundo Galeano), de uma família, de uma sociedade e do próprio equilíbrio da Terra, relatados pelo olhar de um jovem sonhador que se interroga sobre a fragilidade da condição humana”.

“Em outros dos seus livros costuma Lídia Jorge dar rosto à modernidade para dela desocultar os seus efeitos escondidos. Mas neste caso promete mais. ‘Estuário’ pertence à categoria dos livros de premonição, através do enlace entre o desenho do futuro e a literatura.”

Num comunicado divulgado pela editora, a escritora revela que pensou neste livro enquanto escrevia o final de ‘Os Memoráveis’. “Queria escrever a história de uma família que resistia à adversidade, tentando cada um esconder a sua vida privada aos outros”. “Seriam vidas paralelas de resistência, e todas elas tinham em comum o facto de serem figuras prometaicas anónimas. Quis que este ‘Estuário’ fosse o símile do local por onde corre o rio das histórias, que se retêm por uns instantes na brancura das páginas, antes de desaparecerem no esquecimento”, afirma Lídia Jorge.

A escritora já recebeu diversos prémios pelas suas obras, entre os quais, o Prémio da Fundação Günter Grass, o Prémio da Latinidade, o Grande Prémio de Romance e Novela da Associação Portuguesa de Escritores, o Prémio Correntes d’Escritas, o Prémio Vergílio Ferreira e o Grande Prémio Luso-Espanhol de Cultura. Em 2013, a Le Magazine Littéraire incluiu Lídia Jorge entre as “10 grandes vozes da literatura estrangeira”.

NC|JA

Advertisements
Tamanho da Fonte
Contraste
%d bloggers like this: