Alfandanga durante a última intempérie
ALGARVE

Limpeza das linhas de água em Alfandanga preocupa junta de freguesia

A união de freguesias de Moncarapacho e Fuseta lamentou que, passados 10 meses sobre a última grande intemérie, “nada foi feito pelas entidades competentes para melhorar a drenagem das linhas de água, estando as mesmas entupidas e sem escoamento”.

“No dia 30 de novembro do ano passado, a nossa freguesia foi assolada por uma intempérie, que causou elevados estragos. Uma das zonas mais afetadas foi a Alfandanga, dado que à localidade confinam várias linhas de água, com destaque para o Ribeiro do Tronco, deixando diversos locais submersos.

Situada numa zona baixa e com as linhas de água cada vez mais obstruídas, a autarquia mostra-se preocupada com o que possa vir a suceder “em caso de chuva persistente durante algumas horas – como aconteceu em novembro do ano passado – correndo-se o risco de os estragos não serem apenas materiais”.

“Esta constatação ficou bem evidente nesta terça-feira (14 de setembro), em que apenas uma hora de chuva foi o suficiente para provocar danos materiais em algumas habitações”, acrescenta a autarquia, que apelam às entidades competentes que façam uma avaliação ao local, “afim de encontrarem uma solução consistente para resolver este problema, que é recorrente todos os anos, sempre que chove com mais intensidade”.

PUB
Tamanho da Fonte
Contraste