COVID-19

Loulé desenvolve ações de sensibilização para o Dia do Trabalhador

A Câmara Municipal de Loulé está a desenvolver várias ações de sensibilização para o Dia do Trabalhador, com o objetivo de apelar à população para continuar a respeitar as medidas de prevenção de contágio de COVID-19, uma vez que a 1 de maio é costume a prática de convívios ao ar livre e piqueniques, anunciou a autarquia.

Estas ações foram implementadas na sequência de várias reclamações que a autarquia recebeu ao longo da última semana, acerca da existência de aglomerados de caminhantes nas zonas interiores do concelho de Loulé.

Alguns presidentes de Juntas de Freguesia daquele concelho já manifestaram a sua preocupação em relação ao risco de ajuntamentos de pessoas em locais como a Fonte Grande e a Queda do Vigário em Alte, a Fonte da Benémola e a Fonte Filipe em Querença, a Ribeira da Tôr, a Nave do Barão e a Rocha da Pena em Salir, o Poço Esparteiro em Boliqueime e a Fonte da Seiceira no Ameixial.

Para prevenir aglomerados populacionais durante o Dia do Trabalhador, a autarquia colocou faixas informativas e condicionou o acesso a diversas áreas naturais.

Segundo o comunicado, a autarquia refere que “com a provável aproximação do final do Estado de Emergência e declaração de Estado de Calamidade Pública, as autoridades têm alertado as populações para a necessidade de manter os níveis de vigilância e de proteção tidos até agora, caso contrário todos os sacrifícios e esforços realizados nos últimos tempos pela população poderão ter sido em vão”.

A autarquia apela assim à população do concelho para adotar comportamentos responsáveis e respeitando as medidas de proteção individual, tal como o uso de máscara, a lavagem frequente das mãos e o distanciamento social.

“O alívio do confinamento dependerá em grande parte da atitude e da responsabilidade das pessoas, pois, vamos entrar agora numa fase em que a chave do sucesso está nas mãos das pessoas e não no Governo. Este poderá sempre dar um passo atrás mas o que se quer é conseguir aos poucos criar uma nova realidade que nos permita retomar, na medida do possível, a atividade económica e assim prevenir a ocorrência de maiores problemas sociais que tanto nos preocupam”, referiu o presidente da Câmara Municipal de Loulé, Vítor Aleixo.

Tamanho da Fonte
Contraste
%d bloggers like this: