Loulé discute programação cultural nas periferias

Cine-Teatro Louletano

Esta terça-feira, a partir das 18h30, o Cine-Teatro Louletano acolhe o debate “Programar nas periferias: o quê? Para quem? Com quem?”, que começa às 18h30 e é promovido pela associação Acesso Cultura.

O objetivo é, ainda, refletir sobre as periferias. O que são as “periferias”? Haverá outras, para além das geográficas? Existirão também no centro das nossas cidades? E uma periferia poderá também ser um centro? O que se programa nessas periferias? Quem programa e para quem? São estas algumas das questões sobre as quais se discutirá.

Com moderação de Paulo Pires, programador cultural na Câmara Municipal de Loulé, o tema será debatido com os seguintes convidados: Carolina Santos (atriz), Associação Mákina de Cena, João de Mello Alvim (diretor de teatro), Folha de Medronho – Associação de Artes Performativas de Loulé, Jorge Pereira (artista plástico) e LAC – Laboratório de Artes Criativas, de Lagos.

O debate ocorrerá, em simultâneo, nas cidades de Évora, Funchal, Lisboa, Loulé, Porto e Vila Nova de Famalicão. A entrada é livre e sujeita à lotação das salas.

No âmbito das iniciativas promovidas pela associação Acesso Cultura, já tiveram lugar no Algarve, em 2018, os seguintes debates: “Acessibilidade: o que impede as boas práticas?”, “Podem as organizações culturais fazer política. Devem?” e “Design de comunicação. Elitista?”.

Advertisements
albufeira -
Advertisements
Tamanho da Fonte
Contraste