Loulé: GNR constitui duas arguidas por burla e falsificação de documentos

Os suspeitos, um homem de 42 anos e uma mulher de 46, terão atuado de forma a obterem enriquecimento ilícito no concelho de Loulé, através de falsos contratos de arrendamento, faturas e recibos, indicou a GNR em comunicado.

A atuação dos arguidos terá causado “elevados prejuízos patrimoniais junto de empresas imobiliárias e particulares”, adiantou aquele órgão de polícia criminal.

A investigação da GNR que decorria há cinco meses, culminou com uma busca domiciliária, que resultou na apreensão de computadores, telemóveis e “documentação falsificada, utilizada para a celebração de contratos fraudulentos e administração de propriedades imobiliárias”.

Deixe um comentário

- Publicidade-spot_img

+ Populares

- Publicidade -festa-da-espiga

Leia Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Tem uma Dica?

Contamos consigo para investigar e noticiar

Tamanho da Fonte
Contraste