CULTURA ÚLTIMAS

Loulé: Lídia Jorge apresenta “Discursos Diretos”

.
.

A Biblioteca Municipal Sophia de Mello Breyner Andresen, em Loulé, vai receber mais uma sessão da iniciativa “Discursos Diretos”, no dia 26 de novembro, pelas 21h00, com a presença da escritora Lídia Jorge, que será apresentada pelo reitor da Universidade do Algarve, António Branco.

Romancista e contista portuguesa, Lídia Jorge nasceu em 1946, em Boliqueime. Viveu os anos mais conturbados da Guerra Colonial em África.

Foi membro da Alta Autoridade para a Comunicação Social e integrou o Conselho Geral da Universidade do Algarve. O tema da mulher e da sua solidão é uma preocupação central da sua obra.

Nestes últimos anos, Lídia Jorge publicou “O Vento Assobiando nas Gruas” (2002), romance que mereceu o Grande Prémio da Associação Portuguesa de Escritores e o Prémio Correntes d’Escritas.

“Combateremos a Sombra”, publicado em Portugal em 2007, recebeu em França o Prémio Michel Brisset 2008, atribuído pela Associação dos Psiquiatras Franceses. Com chancela da Editora Sextante, publicou em 2009, o livro de ensaios “Contrato Sentimental”, reflexão crítica sobre o futuro de Portugal. Seguiu-se-lhe o romance “A Noite das Mulheres Cantoras” (2011) e, em março de 2014, “Os Memoráveis”, o seu mais recente romance.

De forma a potenciar a deslocação da escritora, será realizada no mesmo dia, às 15h30, uma tertúlia no Colégio Internacional de Vilamoura.

A iniciativa “Discursos Diretos” reaaliza-se no âmbito das Comemorações dos 40 anos do 25 de Abril. A entrada é livre.
.

.

PUB
Tamanho da Fonte
Contraste