ALGARVE CULTURA

Loulé: Mãe Soberana e Festa da Espiga concorrem às “7 Maravilhas”

[mobileonly] [/mobileonly]

A Festa da Mãe Soberana, a Cataplana e a Festa da Espiga concorrem na final regional das “7 Maravilhas da Cultura Popular 2020” em representação do concelho de Loulé, cujos vencedores serão anunciados já na próxima segunda-feira, 6 de julho, numa cerimónia que decorre em Monchique, com transmissão pela RTP1, anunciou a câmara de Loulé.

Na categoria “Procissões e Romarias”, a Festa da Mãe Soberana destaca-se pelo epíteto de “a maior manifestação religiosa mariana a sul de Fátima”. O culto a Nossa Senhora da Piedade de Loulé – Mãe Soberana dos louletanos – é muito mais do que uma procissão, é o símbolo identitário e da fortíssima união de uma comunidade e daqueles que a visitam, é um acreditar profundo e uma crença que está registada desde, pelo menos, o século XVI. É um mar de emoção, de alegria e devoção, aliado a uma profunda ligação, de cada um, à nossa Mãe Soberana.

Elemento emblemático da gastronomia algarvia, a cataplana é, na sua origem, um utensílio produzido em cobre, permitindo uma maior eficácia na cozedura, para além de conferir um sabor único aos alimentos confecionados. Em Loulé, importante centro de trabalhos em cobre e latão, a tradição ainda vive e é possível encontrar uma cataplana realizada artesanalmente na Oficina de Caldeireiros, uma das apostas da Autarquia de Loulé através do seu projeto “Loulé Criativo”. A Cataplana em Cobre concorre na categoria de “Artesanato”.

Finalmente, no que respeita às “Festas e Feiras”, vai estar em representação do concelho de Loulé a Festa da Espiga que, anualmente, na Quinta-Feira de Ascensão, e coincidindo com o Dia do Município, decorre na vila de Salir. Concebida nos idos anos 60, pelo salirense José Viegas Gregório, esta Festa ganhou uma dimensão regional, tornando-se um cartaz turístico do interior, recebendo milhares de visitantes que ali se deslocam para apreciar o cortejo etnográfico, o artesanato, a gastronomia, o folclore, a poesia popular e toda a animação musical.

Após o anúncio dos vencedores regionais, serão 28 os semifinalistas que irão participar em duas semifinais, a realizar nos dias 23 e 30 de agosto, para apurar 14 finalistas. A grande final está agendada para o dia 5 de setembro, altura em que serão conhecidas as “7 Maravilhas da Cultura Popular® 2020”.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste
%d bloggers like this: