COVID-19

Loulé prepara o próximo ano letivo no concelho

[mobileonly] [/mobileonly]

Para preparar o próximo ano letivo, em setembro, a Câmara Municipal de Loulé elaborou uma “Estratégia de Adaptação da Comunidade Educativa em tempos de Pandemia COVID-19”., juntamente com encarregados de educação, docentes, funcionários e o Algarve Biomedical Center (ABC), anunciou a autarquia.

Este documento pretende ser um “orientador para este regresso à escola no contexto da nova normalidade”, segundo o comunicado.

“Estamos a preparar o novo ano letivo com a necessária antecedência e a máxima atenção, sobretudo porque estamos a viver um período excecional. Queremos transmitir a confiança necessária para que este regresso aconteça sem grandes percalços, pois, para nós, a saúde dos nossos concidadãos está em primeiro lugar. Acredito que este será um ano repleto de novas aprendizagens para todos os nossos alunos, sendo certo que a Câmara Municipal de Loulé estará sempre ao lado da comunidade escolar”, referiu o presidente da autarquia, Vítor Aleixo.

Através desta nova medida, o município pretende contribuir para um ambiente educativo com a máxima segurança em termos de saúde pública no concelho, “maximizando as possibilidades existentes nos espaços físicos e adotando medidas que minimizem a possibilidade de transmissão do SARS COV2”.

Segundo indicações da Direção-Geral de Saúde, foram criadas novas regras de circulação, de limpeza e higienização dos recintos escolares, de utilização dos espaços comuns e o uso obrigatório de máscara por alunos do 2.º e 3.º ciclos do ensino básico e secundário.

Cada agrupamento de escolas terá dois padrinhos, jovens médicos do ABC, que vão acompanhar de perto esta adaptação à nova realidade nos estabelecimentos de ensino, certificando-se que as regras estão a ser cumpridas.

Será também criada uma linha telefónica de apoio à comunidade escolar, gerida por médicos do ABC, incluindo uma pediatra que estará disponível no período diurno para auxiliar a escola perante casos suspeitos, positivos ou dúvidas.

Para envolver toda a comunidade escolar no projeto, vai decorrer um concurso de ideias para escolar um logotipo para esta estratégia e a mascote para a “Escola Segura COVID”.

Esta estratégia vai ser implementada nos Agrupamentos de Escolas de Almancil, D. Dinis e Dra. Laura Ayres, em Quarteira, Eng. Duarte Pacheco e Padre João Coelho Cabanita, em Loulé, e Escola Secundária de Loulé, mas também no Colégio Internacional de Vilamoura, Conservatório de Música de Loulé “Francisco Rosado” e Escola Profissional Cândido Guerreiro, em Alte.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste
%d bloggers like this: