Loulé volta a consultar mercado para encontrar imóveis

O município pretende “resolver um dos maiores problemas que a região (e o concelho em particular) enfrenta – a escassez ao nível da oferta habitacional e os preços elevados das rendas”, segundo o comunicado. 

Os interessados em participar nesta iniciativa podem enviar as suas propostas para os serviços municipais até ao dia 15 de março, desde que os imóveis sejam destinados exclusivamente para fins habitacionais, fiquem localizados no concelho, tenham uma tipologia entre T1 e T4 e tenham ao dispor todas as redes de infraestruturas em funcionamento como água, saneamento, drenagem, eletricidade e telecomunicações. 

Deve ser apresentada a Caderneta Predial Urbana, Certidão Registo Predial e Licença de Habitabilidade e “não deverá impender sobre os imóveis em causa qualquer penhora a favor de terceiros, nem qualquer usufruto, ou outro ónus ou encargo a favor de terceiros”. 

Os interessados são obrigados a manter o valor das propostas até ao final deste ano, com entrega de toda a documentação através do e-mail [email protected], por via postal ou nos serviços de expediente da autarquia. 

Deixe um comentário

- Publicidade-spot_img

+ Populares

- Publicidade -festa-da-espiga

Leia Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Tem uma Dica?

Contamos consigo para investigar e noticiar

Tamanho da Fonte
Contraste