Lowes substitui Laverty na Parkalgar Honda

O britânico Sam Lowes será o novo companheiro de Miguel Praia na Parkalgar Honda

A equipa algarvia de motociclismo Parkalgar Honda vai manter-se no Campeonato do Mundo de Suspersport em 2011. A dupla de pilotos será composta, uma vez mais, por Miguel Praia, melhor piloto português de sempre de velocidade, e por Sam Lowes, de apenas 20 anos, atual campeão britânico de Supersport e que substitui Eugene Laverty.

Depois de ter conseguido nas últimas duas épocas, 2009 e 2010, alcançar o título de vice-campeã mundial, a estrutura liderada por Paulo Pinheiro quer continuar a senda de bons resultados e chegar ao tão desejado título mundial.

Miguel Praia que teve em 2010 a sua melhor época de sempre no Mundial de Supersport onde conseguiu também o seu melhor resultado de sempre a nível internacional, o sexto lugar em Silverstone, está determinado em “ser uma presença constante no top 10 mas sobretudo em conseguir arrecadar o meu primeiro pódio”.

“Tenho de agradecer à Parkalgar Honda por continuar a acreditar em mim e por me dar mais esta oportunidade de evoluir na minha carreira”, disse o piloto algarvio.

Sam Lowes sagrou-se recentemente campeão britânico de Supersport, um dos mais competitivos campeonatos de Supersport, pelo que os seus níveis de confiança estão em alta.

“É um sonho tornado realidade sobretudo porque a Parkalgar Honda é uma das melhores equipas do mundo, sempre a lutar, corrida a corrida, pelas vitórias. Sei que não irá ser um ano fácil para mim mas sei que posso contar com o apoio de toda a estrutura. Vou dar o meu melhor para lutar pelas vitórias e pelo Campeonato”, disse o piloto britânico.

Paulo Pinheiro, Responsável da Parkalgar Honda deposita confiança na sua dupla de pilotos. “O Miguel vai continuar a evoluir e tenho a certeza que a nossa estrutura lhe vai permitir mostrar todo o seu potencial. Vamos ver até onde poderá ir. O Sam vai encontrar uma equipa motivada para o ajudar a ser bem sucedido neste seu novo desafio. Espero que consiga desde cedo destacar-se entre os melhores”, concluiu Paulo Pinheiro que, desde 2006, tem a sua estrutura integrada no Campeonato do Mundo de Supersport.

Em 2006 era a equipa mais pequena de todo o ‘paddock’ com um orçamento extremamente reduzido. Actualmente, apesar do orçamento da estrutura portuguesa em nada se comparar com o de outras equipas, é das equipas mais fortes de todo o campeonato.

pub

 

 

 

Tamanho da Fonte
Contraste