ALGARVE POLÍTICA ÚLTIMAS

Macário acusa MP de falta de isenção e imparcialidade

.

O atual presidente da Câmara de Faro acusa um delegado do Ministério Público (MP) de fazer declarações sobre processos em curso. No espaço de uma semana, Macário Correia foi envolvido em alegadas irregularidades em Faro e Tavira, mas o autarca diz estar tranquilo e critica o MP por falta de isenção e imparcialidade.

Depois de uma semana atribulada, em que foi o centro de todas as atenções na comunicação social do país, Macário Correia diz estar tranquilo, apesar de considerar que está a ser alvo de perseguição e falta de ética por parte do Ministério Público (MP).

“Pela leitura dos jornais (de domingo e segunda-feira), verifica-se que um representante do MP junto do Tribunal Administrativo e Fiscal de Loulé, emite opiniões diversas, tomando partido sobre processos em curso em declarações públicas, sem que em alguns casos os visados se tenham sequer pronunciado”, lê-se numa carta que o atual presidente da Câmara de Faro enviou, no início da semana, ao Procurador Geral da República, Pinto Monteiro…

(Toda a informação na próxima edição em papel do Jornal do Algarve – dia 12 de julho)

PUB
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste