Manifestação “Aljezur livre de furos” marcada para sábado

.

Vários movimentos locais contra a exploração de petróleo convocaram uma manifestação para o próximo sábado, 25 de junho, às 18h00, em Aljezur, pela travagem do furo de sondagem marcado para o dia 1 de julho pelo consórcio Eni-Galp.

“Apesar da crescente mobilização popular, das autarquias e dos movimentos, das associações e das empresas, as companhias petrolíferas insistem em fazer a exploração de combustíveis fósseis contra a nossa vontade”, pode ler-se no comunicado de imprensa.

Para os movimentos anti-petróleo, a sondagem marcada para começar a 1 de julho frente a Aljezur “é um insulto às populações do litoral alentejano e algarvio”. “Não queremos nenhum furo em Aljezur, em Faro, ou em Tavira. Nem em Peniche, na Figueira da Foz ou em qualquer outro local do país! Os contratos que entregaram os nossos mares e terras à exploração petrolífera não ofendem apenas a lei, a proteção ambiental e a falta de consulta popular, representam a destruição do território que as anteriores gerações nos deixaram e que cabe a nós preservar”, lê-se no comunicado.

Os promotores da manifestação advertem ainda que “estas sondagens de petróleo são uma sondagem à população, para saber como reagiremos à sua tentativa de explorar petróleo em Portugal”, pelo que apelam à participação de todos os cidadãos no protesto marcado para o próximo sábado, em Aljezur.

Os organizadores desafiam ainda os deputados eleitos pelo Algarve a juntarem-se aos cidadãos nas ruas de Aljezur contra a exploração de petróleo.

Entretanto, ontem (22), a ASMAA (Algarve Surf and Marine Activities Association) realizou duas manifestações em Lisboa, em frente à Assembleia da República e junto da Direcção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM).

- Publicidade -

NC/JA

Deixe um comentário

- Publicidade-spot_img

+ Populares

- Publicidade -festa-da-espiga

Leia Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Tem uma Dica?

Contamos consigo para investigar e noticiar

Tamanho da Fonte
Contraste