POLÍTICA

Mário Soares considera que “A Europa está desanimada e sem rumo”

crédito fundação mário soares

O ex-presidente da República Mário Soares defendeu hoje a necessidade de “políticas convergentes” entre Portugal e Espanha, considerando que “a Europa está desanimada e sem rumo”, correndo o risco de se transformar “numa região pobre e sem influência”.

No segundo de três dias de homenagem que o município de Arcos de Valdevez está a fazer a Mário Soares, o antigo Presidente da República alertou para o facto da Europa estar “desanimada” e “neste momento sem rumo”, considerando que o projeto europeu precisa de ir para a frente.

“A Europa ou é federalista ou não é Europa. Nós temos que caminhar neste sentido senão vamos ser o extremo ocidental da Ásia, uma região pobre e sem influência”, avisou o histórico socialista.

Segundo Soares, um dos fundadores do partido socialista, é necessário “mudar de paradigma” da Europa, considerando que os europeus são “privilegiados” e com “um nível de vida muito acima de muitos dos países do mundo, até dos Estados Unidos, por estranho que pareça”.

Para Mário Soares é importante que Portugal e Espanha tenham “políticas convergentes” que podem reforçar a voz dos dois países “na Europa e fora da Europa”, uma ligação ibérica que segundo o “pai do atual sistema democrático” vem já desde a adesão à então CEE.

“Portugal e Espanha têm a oportunidade de falar juntos em vários planos. Temos a oportunidade de convergir as nossas opiniões e podemos desenvolver muito essas relações e ter um peso, juntos, inimaginável na União Europeia”, considerou.

O também ex-primeiro ministro defendeu que há todas as condições para esta convergência, dado o atual “estado de Espanha e de Portugal”, recordando o relacionamento económico e a todos os outros níveis existente entre os dois países ibéricos e salientando o facto de ambos serem governos socialistas, que se entendem bem.

“O momento em que aderimos à CEE foi decisivo para Espanha e para Portugal e após esta entrada aproximámo-nos. Espanha e Portugal passaram a ser países irmãos”, defendeu.

JF

Lusa/JA

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Advertisements

Assine já com 10% de desconto. Cupão: CPNOVO Ignorar

Tamanho da Fonte
Contraste
%d bloggers like this: