Mediterrâneo: Kadhafi sugere reunião do Grupo 5+5 para discutir migrações ilegais

O líder líbio, Muammar Kadhafi, propôs a realização de uma cimeira do chamado Grupo dos 5+5, que junta Estados da União Europeia e do Magrebe, para discutir a luta contra as migrações ilegais.

Kadhafi apresentou esta proposta ao presidente do governo de Espanha, José Luis Rodríguez Zapatero, durante a reunião que tiveram no âmbito da primeira visita à Líbia do governante espanhol.

O grupo reúne Portugal, Espanha, França, Itália e Malta e Mauritânia, Marrocos, Argélia, Tunísia e Líbia.

A intenção seria acrescentar a este formato 5+5 a Grécia e o Egipto.

O Grupo 5+5 foi o primeiro que juntou estados das duas margens do Mediterrâneo para trabalhar em áreas como migrações ilegais, defesa e segurança.

Criado em 1990, teve em 2003, na Tunísia, a sua última reunião a nível de chefes de Estado e governo.

RN

Lusa/JA

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Advertisements

Adiconar comentário

Carregue aqui para comentar
Tamanho da Fonte
Contraste