Mendes Bota lança livro para prestar contas ao eleitorado

“Activismo Europeu” é o livro de Mendes Bota que vai ser lançado em Faro dia 23, e cujo objetivo é o de “prestar contas aos eleitores” para afastar o preconceito do “turismo parlamentar”.

Com uma nota introdutória do Presidente da Assembleia da República, Jaime Gama, e um prefácio do presidente da Assembleia Parlamentar do Conselho da Europa, Luis Maria de Puig, o social democrata Mendes Bota conta em 680 páginas, editadas pela ex-comunista e agora social democrata Zita Seabra, o que fez desde 2005 nas várias instituições políticas europeias.

“Este é um livro exemplar no prestar contas aos eleitores e para ficar a conhecer o trabalho realizado além fronteiras”, explica, em entrevista à Lusa, o deputado Mendes Bota, referindo que tem a “consciência tranquila” do dever cumprido com “zelo, rigor e exigência”.

“Nem toda a gente anda a fazer turismo parlamentar e portanto acho que se deve dar a conhecer os exemplos positivos e aquilo que se está a fazer lá fora, para que não se diga que se anda a gastar o dinheiro do contribuinte”, declarou Mendes Bota.

Segundo o deputado, há uma actividade política que normalmente é olhada com alguma desconfiança que tem a ver com a participação da Assembleia da República em instituições internacionais e que decorrem de tratados que o país assinou e que obrigam a uma participação portuguesa, como é o caso da NATO, do Conselho da Europa ou da União da Europa Ocidental.

Para o líder do PSD/Algarve, os eleitores e a opinião pública encaram estas deslocações como que servindo apenas para “turismo parlamentar” e o objetivo do livro “é demonstrar como é que foi possível ao longo de quatro anos, no período da décima legislatura, haver alguém que assumiu de forma “empenhada a luta por causas”.

O turismo sustentável e as alterações climáticas, defesa dos direitos humanos, combate à corrupção, condenação do tráfico de seres humanos e criação de mecanismos obrigatórios para levar os Estados-Membros a adotar legislação para impedir a violência contra as mulheres são apenas alguns dos temas abordados no livro de Mendes Bota.

“Há bons e maus em todos os aspetos e em todos os setores. Cada um deve ter a preocupação de justificar aquilo que faz, sobretudo quando se trata de funções públicas”, alega o social democrata e líder do PSD/Algarve.

“Para que não restem dúvidas, este livro deixa claro que cada qual responderá por si. Eu respondo por mim, respondo com trabalho concreto, e acredito que ninguém poderá um dia, com verdade, acusar-me de ter malbaratado o dinheiro dos contribuintes”, acrescenta.

Advertisements

pub

 

Advertisements
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste