ECONOMIA

Metro AG compra Grupo Aviludo e reforça aposta na hotelaria e restauração

A empresa alemã Metro AG comprou o Grupo Aviludo, uma das empresas líderes em Portugal no setor grossista para hotelaria e restauração, com sede no Algarve, anunciou a empresa.

O Grupo Aviludo gerou, no ano passado, um volume de negócios de 152 milhões de euros, chegando a mais de 13 mil estabelecimentos e empresas, com um histórico de sucesso nacional com mais de 30 anos.

Com a assinatura deste contrato de compra, a Metro AG aumenta assim o seu portefólio em Portugal, onde já detém a Makro e pretende “preservar a fórmula do sucesso do Grupo Aviludo, incluindo a cultura empreendedora das pessoas”, segundo o comunicado.

Este negócio ainda está sujeito a aprovação “por parte das autoridades relevantes e competentes”, englobando os centros de produção e distribuição, além da frota logística e o património imobiliário da empresa.

“No seguimento da aquisição da Pro à Pro, Rungis Express e Classic Fine Foods nos últimos anos, vamos agora através da aquisição da Aviludo expandir a oferta e serviços para os nossos clientes em Portugal, um mercado que consideramos estratégico. Graças ao forte posicionamento da Aviludo, reforçamos a presença no país e criamos mais valor para os nossos clientes e para os seus negócios de forma a acelerar também o nosso crescimento”, referiu o CEO da Metro AG, Olaf Koch.

Já o co-fundador e CEO da Aviludo, José Ressureição, considera que “mom a Metro AG encontrámos o parceiro ideal para crescer, preservando ao mesmo tempo a fórmula de sucesso da Aviludo e os seus melhores ativos, a cultura de trabalho e as pessoas. Em conjunto com a equipa de gestão da Aviludo, estamos satisfeitos com a perspetiva de trabalhar lado a lado com a Metro AG, e em particular com a Makro Portugal, para construir uma oferta ímpar para a hotelaria e restauração nacional”.

O Grupo Aviludo, criado em 1984, emprega atualmente cerca de 850 trabalhadores e oferece aos seus clientes a entrega de produtos através de oitro plataformas logísticas, quatro delas com capacidade de produção e processamento de carnes, com uma frota de mais de 180 veículos.

Tamanho da Fonte
Contraste
Bloggers %d como este: