Morreu fundador do PS Algarve Santos Serra

Faleceu esta quinta-feira o médico Santos Serra, antigo presidente da assembleia municipal de Albufeira, em diferentes mandatos, que foi ainda fundador e grande dinamizador do Partido Socialista no Algarve.

“Santos Serra era uma das principais referências socialistas no Algarve, admirado pelo seu altruísmo, sempre disponível para ajudar o seu semelhante e respeitado por todos pelo seu exemplo ético e pela participação cívica e política, antes e depois do 25 de abril. No último Congresso Regional do Partido Socialista, que teve lugar em março último, foi homenageado pelos socialistas do Algarve, numa cerimónia que contou com um testemunho do próprio Secretario-geral e Primeiro-ministro António Costa de quem era amigo de longa data”, recorda o PS Algarve numa nota de pesar enviada à nossa redação.

Santos Serra residia em Albufeira desde os sete anos, razão pela qual sempre se sentiu algarvio. Estudou no liceu de Faro e concluiu o curso de medicina, em 1950, em Coimbra. Colaborou em diversas publicações, entre elas jornais regionais através da publicação de crónicas de intervenção política e contos.

Após o 25 de Abril de 1974, foi diretor do centro de saúde de Albufeira, de 1975 a 1997, e durante três mandatos presidiu à assembleia municipal de Albufeira.

O médico, político e poeta Serra tinha marcada a apresentação da sua “Antologia Poética” para o próximo dia 1 de dezembro, na biblioteca municipal Lídia Jorge, em Albufeira.

Entre os seus 14 livros já publicados, destaque para “Romance Residual” (1991), “A Desordem da Harmonia” (1992), “Mosaico de Palavras Oblíquas” (1997), “Sobreposições” (2001), “À Sombra do Silêncio” (2005), “Albufeira – 1950” (2007), “O Olhar das Palavras (2007), “O Labirinto de Memórias” (2009), “Pomar de Pedras” (2011), “Miradouro do Tempo” (2013), “Retalhos de Cidadania – Fragmentos de uma Época” (2014), “Navio Ancorado ao Sol” (2015), “Arquipélago de Vozes” (2015), “As Margens do Rio de Horas” (2018), a que se junta agora a “Antologia Poética”.

 

Entretanto, a Câmara de Albufeira já decretou três dias de luto municipal pela morte de Santos Serra.

 

JA

Advertisements
Tamanho da Fonte
Contraste