Morreu Hugo Ribeiro, o senhor gravação

imageO vila-realense Hugo Ribeiro, engenheiro de som que imortalizou vozes de  grandes artistas, como Amália, Tony de Matos, Alfredo Marceneiro, Max, António Calvário, Simone, António Variações, entre muitos outros, morreu hoje em Lisboa onde residia, aos 91 anos de idade.

Hugo Ribeiro, o senhor gravação, considerado um dos maiores e melhores técnicos de som, dedicou toda a sua vida à arte da gravação, nos estúdios da Valentim de Carvalho que considerava como a sua casa, usava as mais modernas técnicas da época bem como “truques” para conseguir os melhores resultado, segundo nos confidenciou, talvez na última entrevista que deu, em outubro de 2015 em sua casa, ao jornal da sua terra, o JORNAL do ALGARVE.

Perde, desta forma, o Algarve um dos seus mais ilustres e o mundo da música um técnico que contribuíu, consideravelmente, para a qualidade das gravações de muitos e de grandes músicos, não só portugueses como nomes importantes da música internacional, entre eles, Clif Richard, Joan Manuel Serrat ou Júlio Iglésias.

As exéquias de Hugo Ribeiro realizam-se a partir das 17h00 de segunda-feira, na Basílica da Estrela.

À família enlutada, dirige o Jornal do Algarve as suas mais sentidas condolências.

image

pub

 

 

 

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste