Naomi Campbell admite ter recebido um saco de diamantes

A top model admitiu, esta quinta-feira, perante o Tribunal Penal Internacional de Haia, ter recebido um saco com pequenos diamantes, que supostamente lhe terão sido oferecidos pelo antigo presidente da Libéria, Charles Taylor, acusado de estar envolvido no tráfico de diamantes de sangue da Serra Leoa.

“Vi algumas pedras, eram muito pequenas e estava sujas”, afirmou Naomi, que é vista como uma testemunha-chave para a Acusação, que procura provar o envolvimento de Charles Taylor na extracção dos chamados diamantes de sangue no país vizinho, aproveitando o facto da Serra Leoa estar então em guerra e utilizando para isso rebeldes armados.

No seu depoimento, a top model, que em acusações anteriores desmentiu sempre ter sido presenteada com qualquer diamante de sangue proveniente de Charles Taylor, acrescentou, no entanto, não saber quem mandou entregar-lhe as pedras preciosas.

Entretanto, o julgamento vai continuar no Tribunal Especial das Nações Unidas para a Serra Leoa, que funciona numa ala do Tribunal Penal Internacional em Haia, na Holanda, com a acusação a procurar provar a acusação de onze crimes na pessoa de Charles Taylor: homicídio, violação, escravatura sexual e recruta de crianças para as guerras na Libéria e Serra Leoa, em que morreram mais de 250 mil pessoas.

O ex-presidente da Libéria nega, contudo, todas as acusações.

Quanto ao envolvimento de Naomi, surgiu na sequência de declarações da actriz norte-americana Mia Farrow, a qual revelou a história do diamante de sangue oferecido a Naomi, depois de um jantar de celebridades na África do Sul, com Nelson Mandela como anfitrião.

Mia Farrow garantiu que a modelo lhe contou que, durante a noite, depois do jantar, um grupo de homens bateu-lhe à porta do quarto, apresentaram-se como representantes do presidente Charles Taylor e ofereceram-lhe um diamante.

Já o agente de modelos Carole White, confirmou a história, mas adianta que terão sido seis os diamantes oferecidos.

Apesar de inicialmente ter desmentido a história, Naomi Campbell acabou por aceder apresentar-se como testemunha em Haia, embora com a condição de ter presente um advogado, que a proteja de questões que a possam incriminar.

AL/JA

Advertisements

Adiconar comentário

Carregue aqui para comentar
albufeira -
Advertisements
Tamanho da Fonte
Contraste