O fantástico pequeno mundo dos bonsai em Albufeira

.

A cidade de Albufeira recebe este fim de semana o 4º Congresso Nacional de Bonsai. O evento decorre no Espaço Multiusos de Albufeira durante dois dias, estando agendadas palestras, workshops e exposições de vários exemplares destas pequenas árvores milenares

Os bonsai, por motivos diversos, já atraem olhares curiosos e interessados de muitos algarvios, existindo, inclusive, um clube na região que reúne apreciadores destas pequenas árvores, não só pela beleza que elas apresentam, mas pela curiosidade que gira em torno de “como fazer um bonsai?” ou “como cuidar de um bonsai?”.

Porém, no Algarve, esta é uma arte ainda pouco conhecida. Para ajudar a entender este curioso mundo, a cidade de Albufeira vai acolher, nos próximos dias 27 e 28, no Espaço Multiusos de Albufeira (EMA), o quarto Congresso Nacional de Bonsai. A entrada é gratuita.

“Os apreciadores da arte bonsai vão poder apreciar vários exemplares destas pequenas árvores milenares. A exposição irá exibir várias espécies de bonsai, algumas delas autóctones da região”, adiantam os promotores da iniciativa, que é organizada pelo Clube Bonsai do Algarve, em parceria com a Federação Portuguesa de Bonsai.

O evento integra uma exposição, demonstrações por parte de clubes nacionais, apresentação de peças de cerâmica e workshops sobre a arte de produzir e cuidar destas plantas milenares.

“Apesar da forte associação entre o cultivo de bonsai e a cultura japonesa, foram os chineses os primeiros a cultivar árvores e arbustos em vasos. No ocidente o seu cultivo desenvolveu-se bastante nos últimos 200 anos e atualmente estas árvores estão espalhadas por todo o mundo”, explicam os responsáveis, frisando que, “apesar de parecer um passatempo extremamente exótico, o cultivo de árvores em miniatura não é mais complexo do que a jardinagem comum em vasos”.

“A dificuldade está ao nível dos cuidados a ter para reproduzir as características de árvores de porte muito maior”, revelam.

“Muita paciência e habilidade e artística”

A organização do congresso adianta ainda que, mais do que os cuidados indispensáveis ao nível da poda e da adubação, “é preciso muita paciência e alguma habilidade artística”.

O Congresso Nacional de Bonsai vai contar com a participação de artistas portugueses que se dedicam a esta arte e de Salvatore Liporace, um italiano que iniciou a sua atividade em 1986, no Studio Botanico de Milão, o primeiro espaço em Itália inteiramente dedicado à arte bonsai. A escola de Salvatore é reconhecida mundialmente e foi a primeira a ser certificada pela Associação Italiana dos Artistas Bonsai.

O evento que vai decorrer no próximo fim de semana, no Espaço Multiusos de Albufeira, é uma grande oportunidade para mostrar aos admiradores desta arte as diversas espécies de plantas e, quem sabe, despertar o interesse de mais pessoas para esta fantástica arte.

NC/JA
Advertisements
Advertisements
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste