ALGARVE ENTREVISTA ÚLTIMAS

“O petróleo não vai acabar com o Algarve!”

As contribuições (vídeo e texto) de Alexandre Guedes da Silva estão disponíveis no youtube (https://www.youtube.com/playlist?list=PLcW-yUEMGfzfN_850xvRUxMtJ09dQJ5kf) e também no facebook (https://www.facebook.com/alexandre.g.dasilva.39)
As contribuições (vídeo e texto) de Alexandre Guedes da Silva estão disponíveis no youtube (https://www.youtube.com/playlist?list=PLcW-yUEMGfzfN_850xvRUxMtJ09dQJ5kf) e também no facebook (https://www.facebook.com/alexandre.g.dasilva.39)
As contribuições (vídeo e texto) de Alexandre Guedes da Silva estão disponíveis no youtube (https://www.youtube.com/playlist?list=PLcW-yUEMGfzfN_850xvRUxMtJ09dQJ5kf) e também no facebook (https://www.facebook.com/alexandre.g.dasilva.39)

Existe um algarvio que está a favor da prospeção e exploração de petróleo e gás natural na região. E até tem feito “campanha” nesse sentido, com a produção de um vídeo promocional que já teve mais de 1,1 milhões de visualizações na internet. Trata-se do professor universitário e especialista em engenharia naval e oceânica Alexandre Guedes da Silva. Em entrevista ao JA, o investigador explica que aceitou dar o seu testemunho público por não gostar de ver este assunto retratado como uma “caricatura”. “Como é que um assunto sério se presta a todo o tipo de mistificação, rumores e até manobras de marketing de guerrilha, sem qualquer contraditório”, questiona. O especialista algarvio diz ainda que os movimentos anti-petróleo e as autarquias não conhecem bem todos os factos e que “a exploração de petróleo em águas profundas tem hoje uma sofisticação comparável à exploração espacial”. Em todo o caso, Alexandre Guedes da Silva defende a criação de um “fundo de salvaguarda” que compense o Algarve do risco de um eventual acidente a que passará a ficar sujeito…

(ENTREVISTA COMPLETA NA ÚLTIMA EDIÇÃO DO JA – DIA 13 DE OUTUBRO)

Nuno Couto | Jornal do Algarve

PUB

2Comentários

Click aqui para comentar

  • “Existe um algarvio…” Antes disso, existe um país, o nosso, que está a favor da prospecção e exploração de hidrocarbopnetos em território português. Há décadas que o Estado tem estruturas oficiais que fomentam e acompanham essa pesquisa. É por isso o próprio estado que tem essa opção e que “está a favor”. Neste caso, eu diria antes que “há pessoas que estão contra”… aquilo que o estado anda a prosseguir

    • Ho Nuno, o estado tomou a decisão pela calada sem sequer consultar os portugueses. Não acho justo dizer que há pessoas contra, quando ainda há pessoas que nem tem a noção do que foi aprovado.

Tamanho da Fonte
Contraste