O pianista de hotel que se tornou cantor do seu povo

.

Aos 72 anos, José Praia continua soberano e a mostrar uma humilde grandiosidade em palco. Afinal, são mais de trinta anos de carreira como “embaixador” da música tradicional portuguesa. Em entrevista ao JORNAL DO ALGARVE, o músico conta como chegou ao Algarve, há mais de três décadas, em busca de uma vida melhor. Hoje, José Praia é considerado um cantor do seu povo que toca e compõe música da alma portuguesa

Não há quem não saiba cantarolar pelo menos uma das canções dos espetáculos de José Praia, como o “Tiro liro liro”, “Menina estás à janela”, “Ó rama”, “Laurindinha”, “Três pombinhas a voar” ou “Ponha aqui o seu pezinho”. Estes são êxitos intemporais da música tradicional portuguesa, mas o grupo fundado pelo artista radicado em Ferreiras, no concelho de Albufeira – “José Praia e Áqua Viva” –, em 1986, também tem originais bem conhecidos, como “Albufeira a Cantar”, “Praia da Baleeira”, “Portugal nos Corações” e “Serras Algarvias”, entre muitos outros temas. Além disso, o músico define-se como “um polivalente onde a versatilidade musical, desde a clássica ao folclore, estão dentro de mim”.

.

No palco, apesar de já contar com uma carreira de mais de 30 anos, o cantor continua a mostrar uma humilde grandiosidade, tal como no início da sua vida artística, quando decidiu mudar-se para a região algarvia em busca de uma vida melhor.

José Praia é natural de Esposende (distrito de Braga) e em meados dos anos 80 atuava como pianista num hotel da Póvoa do Varzim, quando, um dia, um amigo convidou-o a “experimentar o Algarve”, porque “seria mais rentável”. “E assim aconteceu. Uma vez em Albufeira, verifiquei que havia pianistas com mais bagagem do que eu e, por isso, resolvi fundar o grupo que ainda é vivo. Fui chamando os meus filhos (Alberto, Gonçalo e Miguel) com moderação, porque ainda estavam na escola no norte, e assim nasceu o ‘José Praia e Áqua Viva’”, recorda.

.

“Foi uma bomba nas unidades hoteleiras”

José Praia confessa ao JORNAL DO ALGARVE que ficou surpreendido com a primeira reação do público e que a sua vida começou a mudar desde esses dias. “Foi uma verdadeira bomba nas unidades hoteleiras da região. Nessa altura, chegámos a fazer cinco espetáculos entre as 18h00 e as 23h00. E não podia ser mais porque os meus filhos estudavam”, salienta, frisando que “ainda hoje admiro o carinho e o calor que as pessoas nos dispensam, é fabuloso”.

.

Atualmente, para além das atuações em unidades hoteleiras, José Praia faz uma média anual de 60 concertos em Portugal e 22 no estrangeiro. E já tem 225 obras registadas na Sociedade Portuguesa de Autores que dão corpo a uma discografia de 11 discos. As suas composições vão desde a música tradicional portuguesa até ao fado de Lisboa e Coimbra, passando pela música ligeira e alguns clássicos.

Em termos de espetáculos até ao final do ano e início de 2019, a agenda do artista já está completamente cheia, com espetáculos em vários estabelecimentos hoteleiros da região, mas também em países como a Áustria, Estados Unidos da América, México, Itália e Espanha.

.

“Estas deslocações ao estrangeiro são solicitadas por operadores turísticos e também por turistas que assistem aos nossos concertos durante as suas férias no Algarve e convidam-nos”, refere.

Apesar de todas estas viagens que faz regularmente ao estrangeiro, as melhores recordações dos mais de 30 anos de carreira de José Praia são “os concertos da Fatacil de Lagoa, na Festa da Cerveja em Silves, no Centro Cultural António Aleixo em Vila Real de Santo António, assim como os concertos no Largo Engº Duarte Pacheco em Albufeira, entre muitos outros”.

.

No futuro, o artista gostaria de avançar com “um projeto musical baseado em cada concelho do Algarve, divulgando as suas raízes bem como os hábitos e costumes dos seus habitantes”. Porém, José Praia refere que ainda não teve resposta positiva por parte das entidades oficiais.

(NOTÍCIA PUBLICADA NA ÚLTIMA EDIÇÃO DO JORNAL DO ALGARVE – EDIÇÃO DE 20 DE SETEMBRO)

Nuno Couto|Jornal do Algarve

Advertisements
Advertisements
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste