MUNDO ÚLTIMAS

Obama congratula-se com fim da maré negra

Embora ache muito cedo para “gritar vitória”, Barack Obama congratulou-se hoje pela BP ter conseguido conter a fuga de crude no Golfo do México.

O presidente norte-americano, Barack Obama, congratulou-se hoje pela BP ter conseguido conter a fuga de crude no Golfo do México mas alertou que é ainda muito cedo para gritar vitória, uma prudência também assumida pela petrolífera britânica.

“Penso que é um sinal positivo. Estamos, no entanto, numa fase de testes”, afirmou Obama, na Casa Branca.

A BP anunciou hoje que conteve a fuga do petróleo que é derramado há cerca de três meses no Golfo do México, depois de ter fechado todas as válvulas da nova tampa colocada nos tubos danificados.

“Penso que é um sinal encorajador. Em alguns dias isto pode ser ainda mais encorajador, mas não vamos gritar já vitória”, afirmou Doug Suttles, diretor de exploração da BP, em declarações aos jornalistas.

Barack Obama, que se deslocou várias vezes aos estados norte-americanos afectados pela maré negra e que tem acompanhado de perto o assunto, anunciou que se vai pronunciar novamente sobre este tema na sexta feira.

A BP começou hoje um teste crucial para avaliar a resistência das tubagens de crude que estiveram na origem da pior maré negra da história dos Estados Unidos, a 20 de Abril, na sequência da explosão de uma plataforma. Esta operação pretende averiguar se as tubagens podem ser fixadas sem risco de novas fugas naquelas instalações, que estão a quatro quilómetros de profundidade.

Kent Wells, o vice-presidente da BP, disse também que a fuga de petróleo foi parada quando a última das três válvulas do novo dispositivo foi fechada pelas 19h25 GMT (18h25 em Lisboa), assegurando que os técnicos do grupo vão ficar em alerta para monitorizar outra possível fuga.

O teste deve permitir determinar se a nova tampa gigante colocada na segunda-feira pode entrar em funcionamento.

Advertisements
Tamanho da Fonte
Contraste
%d bloggers like this: