Oito suspeitos de tráfico de droga detidos em Vilamoura e Albufeira

A operação teve um especial enfoque na Marina de Vilamoura e em zonas de bares e discotecas de Albufeira

As autoridades detiveram este fim de semana oito homens suspeitos de tráfico de droga em Albufeira e em Vilamoura, anunciou a Guarda Nacional Republicana (GNR).

Os detidos, que têm entre 19 e 35 anos, foram abordados no âmbito de uma operação destinada a combater a venda de droga em áreas onde existem espaços de diversão noturna no Algarve, segundo fonte do Comando Territorial de Faro da GNR.

A operação teve um especial enfoque na Marina de Vilamoura e em zonas de bares e discotecas de Albufeira e foi o resultado de uma “aposta forte” que a GNR está a fazer por ocasião do “início da época balnear” para “combater este tipo de crime durante a noite junto dos espaços de diversão noturna”, adiantou.

Segundo a mesma fonte, em função das “baixas quantidades” de droga apreendidas – 210 doses de cocaína, 30 de haxixe, nove de canábis e 1,8 gramas de MDMA -, os detidos ficaram sujeitos a Termo de Identidade e Residência e vão aguardar em liberdade, com apresentações periódicas, o desenrolar do processo judicial.

A fonte da GNR disse ainda que a operação realizada no fim de semana vai ser “mantida” em períodos de maior afluência a zonas de diversão noturna do Algarve, onde “é expectável que este tipo de crime aumente” com o início da época alta do turismo na região.

“Com o início da época balnear e um maior afluxo de pessoas, depois de dois anos de pandemia [de covid-19], vamos continuar focados nestas zonas sob controlo para garantir a segurança dessas zonas” do distrito, concluiu.

- Publicidade-spot_img

Deixe um comentário

- Publicidade-spot_imgspot_img

+ Populares

- Publicidade -spot_img
- Publicidade -santos-populares-portimao

Leia Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Tem uma Dica?

Contamos consigo para investigar e noticiar

Tamanho da Fonte
Contraste