DESPORTO

Olhanense satisfeito com suspensão de subidas à II Liga

Créditos fotográficos: Tobi
[mobileonly] [/mobileonly]

O presidente da SAD do Olhanense, Luís Torres, congratulou-se hoje com a decisão do Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) de suspender as subidas de Vizela e Arouca à II Liga portuguesa de futebol, e acredita que “vai ser feita justiça”.

“Estamos, naturalmente, satisfeitos com a decisão, mostra que os tribunais perceberam que o que aconteceu foi uma injustiça”, referiu à agência Lusa, acrescentando: “Tecnicamente ainda não ganhámos nada”.

A decisão anunciada pelo TAD surge na sequência de uma providência cautelar interposta pelo Olhanense, depois da Federação Portuguesa de Futebol ter decidido, em maio, concluir de forma antecipada o Campeonato de Portugal, indicando para a promoção à II Liga Vizela e Arouca, os dois clubes com mais pontos à data da suspensão da prova.

O Olhanense, que à data da interrupção da competição liderava a série D, considerou, de imediato, que a decisão de promover o Vizela e o Arouca “viola a verdade desportiva” e referiu que o seu objetivo era qualificar-se para o play-off de subida e não fazer melhor do que os outros líderes de séries.

Luís Torres assegura que depois desta decisão, o clube “aguarda serenamente que o tribunal marque a data da audiência” para que haja uma decisão final.

“Acreditamos que a razão está do nosso lado”, disse, acrescentando que caso o tribunal dê razão ao clube “compete à federação e à Liga arranjar soluções”, para que seja possível o início das competições.

À data da suspensão da competição, devido à pandemia de covid-19, Vizela (A, com 60 pontos), Arouca (B, 58), Praiense (C, com 53 pontos) e Olhanense (D, 57) lideravam as séries do Campeonato de Portugal.

Já o Fafe, Lusitânia de Lourosa, Benfica e Castelo Branco e Real Massamá seguiam nas posições imediatas, de acesso aos play-offs de subida, com 52, 50, 42 e 57 pontos, respetivamente.

Os seis clubes têm contestado a decisão, defendendo que era possível disputarem os play-offs de acesso à II Liga.

O Campeonato de Portugal é composto por 72 clubes, dividido em quatro séries, cada uma com 18 equipas, sendo que os dois primeiros classificados de cada série são apurados para um play-off que determina a subida de dois clubes à II Liga.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste
%d bloggers like this: