ALGARVE

Olhão comemorou Dia da Cidade com várias iniciativas

[mobileonly] [/mobileonly]

O Dia da Cidade de Olhão foi comemorado ontem, assinalando os 212 anos sobre o levantamento popular que em 1808 culminou na expulsão das tropas napoleónicas de Olhão, anunciou a autarquia.

Este ano, as comemorações decorreram em formatos diferentes do habitual devido à pandemia de covid-19, com início pela manhã com a cerimónia do hastear das bandeiras junto ao edifício dos Paços do Concelho.

Seguiu-se a tradicional homenagem aos heróis da Restauração de 1808 e uma visita às instalações recém-requalificadas da Polícia Municipal, no Largo do Grémio, e às obras da Escola nº 5 que se encontram prestes a terminar.

Na Rua do Comércio, foi feito um passeio na companhia dos autores da instalação alusiva ao mar e à pesca, presente naquela artéria de Olhão, além da inauguração de outras duas instalações artísticas: um cavalo-marinho e uma mulher conserveira, presentes nas rotundas da Avenida 5 de Outubro e na Zona Industrial, respetivamente.

A sessão solene decorreu posteriormente no Auditório Municipal de Olhão, com uma assistência restrita devido à pandemia de covid-19.

O presidente da Câmara Municipal de Olhão, António Miguel Pina, realçou que “quando a humanidade discutia e estudava soluções para resolver problemas graves, como a sustentabilidade ambiental, foi surpreendida por um vírus que rapidamente se alastrou aos quatro cantos do mundo”.

Em relação ao impacto da pandemia no concelho, o autarca sublinhou que “felizmente, e graças a um exemplar comportamento dos olhanenses, somos um dos concelhos do Algarve onde a covid-19 tem uma presença menos significativa”.

António Miguel Pina destacou ainda todas as ações efetuadas pelo executivo para minimizar os efeitos da covid-19 na população olhanense, destacando “a distribuição de mais de duas mil refeições pela população mais fragilizada”.

Para breve, a Câmara Municipal de Olhão irá distribuir gratuitamente três máscaras por cada munícipe.

Neste momento encontram-se em concurso os projetos de requalificação da Escola Básica 2, 3 Paula Nogueira, dos espaços exteriores da Urbanização Custódia Mendes, da construção do parque infantil de Pechão, da habitação a custos controlados, do troço da ecovia entre Olhão e Faro e do Centro de Recolha Oficial de Animais, que terá um investimento superior a 11 milhões de euros.

“Este ano, não comemoramos o 16 de junho como gostaríamos. Porém, fica a promessa de que, de hoje a um ano, e se todos continuarmos a ser responsáveis connosco e com o próximo, vamos comemorar a dobrar: a expulsão das tropas invasoras de Napoleão, em 1808, e a expulsão da covid-19, em 2020”, concluiu o presidente da autarquia.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste
%d bloggers like this: