Olhão promove 1ª Mostra de Atum-Rabilho

Está a decorrer hoje em Olhão a 1.ª Mostra de Atum-Rabilho de Olhão, na Av. 5 de Outubro, em frente ao Mercado do Peixe. O evento tem início às 11h00 e conta com o apoio das empresas Tunipex e Peixe Azul.

Uma vez que o concelho acolhe as únicas três armações de onde provém todo o atum capturado e comercializado a nível nacional, o Município de Olhão decidiu destacar esta espécie e mostrar as suas potencialidades através da 1ª Mostra de Atum-rabilho de Olhão.

Com a colaboração das confrarias do Atum (Vila Real de Santo António), do Litão (Olhão) e da Ria Formosa (Faro), a mostra tem início às 11h00 com o ronqueio de um atum com cerca de 200 quilos e a descrição das várias peças do peixe, que depois serão confecionadas de várias formas que todos os presentes poderão degustar.

O atum capturado ao largo de Olhão (Fuseta) é exportado quase na totalidade para o Japão, onde o ronqueio e preparação do atum é uma tradição, transformada mesmo num espetáculo público.

Pela costa algarvia, nas armações de atum existentes ao largo da Fuseta (duas de uma empresa espanhola e outra com capitais japoneses), passam os atuns que valem milhares de euros e rumam quase todos ao Japão.

O atum-rabilho, o mais apreciado pelos japoneses para o sushi, vem do Atlântico Norte para a desova no Mediterrâneo. De regresso a casa, quando já vai magro, é capturado e engordado nestas armações ao largo de Olhão, antes da sua venda para o Oriente, onde é uma especialidade muito apreciada e bem paga.

Adiconar comentário

Carregue aqui para comentar

Comentar

>
Tamanho da Fonte
Contraste