Pai do Facebook traído pela sua política de privacidade

.

Uma fotografia privada da família de Mark Zuckerberg foi parar ao Twitter. O pai do Facebook foi traído pelas suas próprias ideias para a rede social.

O criador do Facebook Mark Zuckerberg foi ontem apanhado de surpresa pela publicação nas redes sociais de uma fotografia de família, tirada no Natal.

A imagem, que mostra a família de Zuckerberg num ambiente descontraído na cozinha, a rir e a consultar smartphones, foi publicada pela sua irmã Randi, mas apenas para os seus amigos do Facebook, no entanto, as definições de privacidade da conta trairam-na.

A foto acabou por ser vista pela diretora de marketing Callie Schweitzer que a partilhou na sua conta do Twitter, em que é seguida por mais de 40 mil pessoas.

Randi Zuckerberg e Callie Schweitzer nem sequer eram amigas no Facebook, mas por terem um amigo em comum que terá comentado a foto, esta apareceu no feed de notícias da diretora.

Segundo a Associated Press, a irmã de Zuckerberg assim que se apercebeu do sucedido enviou uma mensagem a Schweitzer no Twitter, a explicar que a fotografia era privada e que era de mau gosto divulgá-la ao mundo.

Lição de etiqueta digital

“Etiqueta digital: Peça sempre permissão antes de publicar a fotografia de um amigo. Isto não tem a ver com definições de privacidade, mas com decência humana”, escreveu Randi na mensagem no Twitter.

Callie Schweitzer garantiu que a divulgação da foto não teve má intenção, tendo-a publicado simplesmente depois desta ter aparecido no seu feed.

Este caso acontece numa altura em que o Facebook está a tentar melhorar a sua política de privacidade. As novas definições estão a suscitar críticas por parte dos utilizadores.

(Rede Expresso)
Advertisements

pub

 

Advertisements
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste