PCP assinala 98 anos de atividade

Manuel Rodrigues director do Avamnte!
dav
Manuel Rodrigues director do Avamnte!
 Manuel Rodrigues, diretor do Jornal Avante! discursou em Vila Real de Santo António

O PCP assinalou no passado dia 6 de Março 98 anos de vida e luta que considera terem sido “sempre em defesa dos interesses e aspirações dos trabalhadores, do Povo e do País”.

Segundo este partido, «A história e o percurso do PCP falam por si. Uma intervenção que foi determinante para resistir e derrotar o fascismo em Portugal, para as profundas transformações democráticas alcançadas com a Revolução de Abril, para combater a política de direita ao longo das últimas décadas, para derrotar o Governo PSD/CDS e abrir caminho a uma nova fase na vida política nacional, para afirmar e projectar uma política alternativa para o País, uma política patriótica e de esquerda. O PCP assume-se, em coerência com os seus 98 anos de existência, como uma força necessária e insubstituível, na luta pela Democracia e o Socialismo, na luta por um Portugal com futuro”.

O PCP assinala que também no Algarve, intervém com os mesmos objectivos nos 16 concelhos da região, “lutando pela melhoria dos salários e dos direitos dos trabalhadores, pela diversificação da actividade económica e a promoção da produção regional, pela melhoria dos serviços públicos e reforço do investimento na região, pelo assegurar dos direitos à saúde, à educação, à habitação, aos transportes, à cultura, à justiça”.

De “os olhos postos no futuro”, o PCP está a realizar 18 iniciativas em todos os concelhos do Algarve, entre os dias 10 e 31 de Março, para assinalar o seu 98º aniversario.

No centro destas iniciativas, com a intervenção política de vários dirigentes e eleitos do PCP, para além dos já mencionados problemas dos trabalhadores e das populações da região, figuram “os avanços que foram alcançados nos últimos anos por iniciativa do PCP, a afirmação dos eixos centrais da política patriótica e de esquerda de que o País precisa, assim como, as exigentes batalhas eleitorais que se irão travar, quer para o Parlamento Europeu quer para a Assembleia da República”. E é para o reforço da CDU, onde participa em coligação com os Verdes e a Intervenção Democrática que está a solicitar aos algarvios “mais votos e mais deputados, constitui a principal garantia para impedir retrocessos e garantir os avanços que o Povo português precisa”..

pub

 

 

 

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste