PCP preocupado com atraso das obras da GNR de Lagos

.

O PCP questionou o Governo, na semana passada, sobre o atraso das novas instalações para a GNR de Lagos. Os comunistas lembram que desde 2012 tem vindo a alertar os governos para “as condições deploráveis de alguns postos da GNR no Algarve, em particular, do Posto Territorial de Lagos”.

Na altura, o governo anterior liderado pelo PSD já reconhecia que “as instalações (do posto de Lagos) encontram-se degradadas e desajustadas face às necessidades do serviço da GNR, não oferecendo as melhores condições de trabalhos aos militares nem para os cidadãos”. Apesar deste reconhecimento, as obras nunca chegaram a avançar.

Já em julho de 2016, meses depois da tomada de posse do atual Governo PS, o PCP voltou a visitar o posto da GNR de Lagos e confirmou que “as instalações se encontravam ainda mais degradadas, com múltiplas infiltrações, estuque de paredes e teto a cair, portas e portadas a desfazerem-se e intenso cheiro a mofo em algumas divisões”.

Na sua resposta, o Governo informou que “o projeto de execução, elaborado pela GNR encontra-se concluído e validado”, num investimento global previsto de 279 mil euros, e que “a empreitada em apreço será lançada pela Câmara de Lagos por via da celebração de um contrato interadministrativo”.

Porém, lamentam os comunistas, “volvidos seis meses, as obras de adaptação das novas instalações da GNR de Lagos ainda não se iniciaram”.

NC|JA

Advertisements
Tags
Tamanho da Fonte
Contraste