Pedidos de ajuda para pagar renda aumentam em Albufeira

A autarquia está atualmente a apoiar o 140 famílias do concelho que atravessam muitas dificuldades para pagar a prestação da casa no final do mês. Através deste programa de combate aos efeitos da crise, os munícipes mais carenciados recebem até 250 euros para pagar a renda. A Câmara de Albufeira prevê investir cerca de 450 mil euros no apoio ao arrendamento até final do ano.

Com o agravamento da situação económica, são cada vez mais as pessoas que procuraram as câmaras algarvias em desespero. É o caso de Albufeira, onde a câmara municipal lançou há um ano um programa de apoio ao arrendamento que já beneficia 140 famílias do concelho.

Estes munícipes tem em comum “residirem em Albufeira há pelo menos três anos” e atravessarem “grandes dificuldades económicas”, adianta a autarquia.

“Com um valor mensal médio superior a 200 euros por família, a comparticipação tem contribuído para que os agregados familiares assegurem os seus compromissos relativos aos contratos de arrendamento da habitação”, frisa a Câmara de Albufeira.

Até ao final de 2010, a autarquia prevê investir neste programa “valores próximos dos 450 mil euros”, sendo que cada família recebe um apoio até 60 por cento do valor da renda mensal, até ao limite máximo de 250 euros.

A comparticipação financeira é atribuída pelo período de um ano, podendo ser renovada até cinco anos.

“Trata-se de uma medida que apoia aqueles que se encontram numa situação de maior fragilidade económica e contribui para a dinamização do mercado de arrendamento, também ele afetado pela conjuntura atual”, sublinha a câmara, acentuando que o programa prevê ainda “medidas de caráter excecional” para apoio a famílias que se encontrem temporariamente em situações de grave carência, “por razões imprevistas”.

Nuno Couto/Jornal do Algarve

Advertisements

pub

 

Advertisements
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste