Pentágono confirma que Bradley Manning é suspeito de fuga de documentos

O Pentágono confirmou hoje que o soldado Bradley Manning é o principal suspeito da fuga de documentos confidenciais sobre a guerra do Afeganistão divulgados na Internet, noticiou a cadeia norte-americana CNN.

Um alto funcionário do Pentágono citado pela CNN referiu que Manning, de 22 anos, acusado no mês passado de ter passado outros documentos para a página da Internet da Wikileaks teve acesso à rede global classificada do exército e ao sistema de correio eletrónico e descarregou dezenas de milhares de documentos.

O fundador da Wikileaks, Julian Assange, recusou-se a revelar quem forneceu os 91 mil documentos sobre a guerra do Afeganistão recentemente divulgados.

Manning foi detido em finais de maio após uma denúncia por suspeita de ter descarregado documentos classificados e a 5 de julho o Pentágono acusou-o, entre outras coisas, de ter passado para a Wikileaks um vídeo de um ataque aéreo norte-americano no Iraque em julho de 2007.

Manning ainda não se pronunciou sobre se é culpado ou inocente e depois de ter sido detido foi enviado para uma base militar no Kuwait, onde permanece.

Segundo o porta-voz do Pentágono, Geoff Morrell, o soldado Manning “é evidentemente “uma personagem chave” neste caso, mas ainda não foi apurado qual o seu envolvimento.

pub

 

 

 

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste