ALGARVE

Petição contra portagens na A22 discutida hoje na Assembleia da República

A petição contra as portagens na Via do Infante vai ser hoje discutida na Assembleia da República.
Importa recordar que o documento foi subscrito por mais de 13 mil pessoas e foi encaminhado em janeiro deste ano para a Assembleia da República pela Comissão de Utentes da Via do Infante.
Para o efeito, o movimento anti-portagens no Algarve que é constituído pela Comissão de Utentes da Via do Infante, pelo Grupo Algarve (Facebook) – Portagens na A22 Não!, o Movimento Com Faro no Coração e o Moto-Clube de Faro, organicou uma deslocação aberta à população em geral até à Assembleia da República.
“Mais uma vez o Algarve e os algarvios vão ver e ouvir quais os deputados, particularmente da região, que estão a favor, ou contra. Todos sabem que colocar portagens na Via do Infante irá provocar no Algarve – a viver um das suas maiores crises – uma catástrofe social e económica de proporções inimagináveis”, refere o movimento em comunicado. “O Algarve só vive do turismo e impor portagens constituirá um crime. O crime redobra de intensidade quando não há requalificação da EN 125, pois as obras encontram-se paradas”, recordam os responsáveis.
“É preciso que os governantes não sejam autistas e prepotentes e oiçam os protestos e as reivindicações dos cidadãos algarvios – caso contrário, a luta prosseguirá podendo assumir formas mais drásticas e radicais”.

PUB
Tamanho da Fonte
Contraste