Petição pede “justiça” pela morte de Rodrigo Lapa

Rodrigo Lapa desapareceu a 22 de fevereiro em Portimão, mas o corpo só foi descoberto a 2 de março, a cerca de 80 metros de casa
Rodrigo Lapa desapareceu a 22 de fevereiro em Portimão, mas o corpo só foi descoberto a 2 de março, a cerca de 80 metros de casa

A petição pública tem como destinatário o presidente da Assembleia da República e tem por objetivo “mudar a lei de extradição entre Portugal e Brasil”.

O caso remonta a 22 de fevereiro, quando o jovem Rodrigo Lapa, de 15 anos, foi dado como desaparecido na zona do Malheiro, em Portimão. Apesar das buscas terem começado logo após o desaparecimento, o corpo do jovem apenas foi encontrado a 2 de março, a poucos metros da casa onde vivia com a mãe, a irmã bebé e o padrasto, que abandonou a região e viajou no próprio dia do desaparecimento para o Brasil. Para as autoridades policiais, o padrasto do jovem é mesmo o principal suspeito do crime.

“Este caso deverá também servir de exemplo para que no futuro exista uma colaboração mais célere entre todas as entidades intervenientes neste processo”, pode ler-se na petição…

(Notícia completa na última edição do JA – dia 7 de abril)

Nuno Couto | Jornal do Algarve

pub

 

 

 

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste