PJ de Faro esteve 11 dias sem inspetores suficientes para garantir a prevenção de terrorismo

.

A Polícia Judiciária (PJ) de Faro não teve inspetores suficientes para garantir a prevenção de terrorismo no Algarve durante 11 dias em agosto, avança o “Diário de Notícias” esta quinta-feira. Um destes períodos – entre os dias 13 e 20 – coincidiu, inclusive, com os atentados de Barcelona, que ocorreram a 17 e 18 de agosto.

A unidade, normalmente preenchida por sete elementos da Secção Regional de Combate ao Terrorismo e Banditismo (SRCTB), esteve, em alguns dos dias, sem nenhum inspetor presente. Já a 14,15, 16 e 17, garante ao matutino fonte oficial da PJ, havia um inspetor desta secção no serviço de piquete, que poderia acompanhar qualquer situação que surgisse.

Em declarações ao “DN”, o sindicato dos inspetores diz que este é o “culminar de todo um desinvestimento em recrutar novos inspetores”, cujo quadro está preenchido em apenas cerca de 50%.

Por regra, os inspetores de piquete têm de estar fisicamente nas instalações da polícia, enquanto que os de prevenção podem estar nas suas casas ou noutros locais, mas sempre contactáveis.

A justificação para a ausência tão acentuada dos inspetores durante este mês ainda não é conhecida.

JA|Rede Expresso

- Publicidade-spot_img

Deixe um comentário

- Publicidade-spot_imgspot_img

+ Populares

- Publicidade -spot_img
- Publicidade -santos-populares-portimao

Leia Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Tem uma Dica?

Contamos consigo para investigar e noticiar

Tamanho da Fonte
Contraste