ALGARVE

PJ detém suspeito de abuso da própria filha menor durante quatro anos

PJ Polícia Judiciária

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Portimão, identificou e deteve um homem pela presumível autoria de vários crimes de abuso sexual de crianças, perpetrados desde 2014, na zona de Mexilhoeira Grande, Portimão, anunciou aquela polícia.

Na nota de Imprensa, a PJ afirma que os factos se iniciaram e prosseguiram no interior da própria habitação onde o suspeito, coabitava com a vítima de oito anos de idade, sua filha.

Os atos sexuais de relevo eram levados a cabo quando se encontravam sozinhos, longe da vigilância do restante agregado familiar.

Os abusos, praticados de forma reiterada, decorreram durante quatro anos, quando a vítima tinha entre os 8 e 12 anos de idade.  

O detido, de 53 anos de idade, operador de máquinas, irá ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

O inquérito é dirigido pelo Ministério Público da Secção de Portimão do DIAP de Faro.

PUB
Tamanho da Fonte
Contraste